Bem vindo!

BEM VINDO!

Ex officio é uma expressão latina que significa "por dever do cargo, por obrigação"; muito utilizada no contexto jurídico para se referir ao ato que se realiza sem provocação das partes. Para o contexto do cristianismo, um "cristão ex officio" é aquele que não espera ser provocado ou "incentivado" para ter uma atitude padronizada em Cristo; as atitudes fluem como instinto. Sinta-se livre neste ambiente para opinar, concordar, discordar, sugerir... Desde que de forma respeitosa.

sábado, 12 de março de 2011

Tribo Learsi - quanta semelhança!!!


Por Júnio Almeida
O povo da tribo Learsi vive no imenso Brasil por muito tempo, mas sem muita predominância, sem muita popularidade. Hoje, estão entre os destaques dos jornais de grande circulação. Na verdade, até eles mesmos já produzem às vezes seus próprios jornais.
Era um povo humilde, simples, como todas as outras tribos já antes conhecidas: um cacique para cuidar da liderança da tribo; um pagé para os assuntos espirituais. Um Deus (eram monoteístas); uma gruta para adorá-lo. Os tambores traziam os sons, as músicas aos ouvidos e sempre eram oferecidas ao seu Deus. Eram também um povo absolutamente generoso e compartilhavam suas caças e pescas.
Povo primitivo - suas leis eram escritas nas rochas da gruta e, com isso, seus valores eram explícitos a todos os nativos.
Isso foi mais ou menos assim até a chegada do homem branco. Daí em diante, tudo mudou...
O homem branco mostrou aos nativos que suas coisas eram obsoletas, ultrapassadas. Se eles conhecessem seus serviços de saúde, não precisariam de um pajé para interceder por suas curas. Para que tambores? O homem branco tem ipod - é só colocar o fone no ouvido, a música já está pronta. E para que oferecê-la a  alguém? O que importa é satisfazer a si mesmo.
Para que um cacique? Cada um não deve ser líder de si mesmo? Então para que precisam de liderança?
Um monte de leis em rochas? O homem branco tem livros. E os livros do homem branco dizem que os "valores" são relativos; então não há o porquê deles se preocuparem se estão fazendo o que é certo ou errado, tudo vai do ponto de vista.
Compartilhar? Não... Cada um corra atrás do que é seu. Não dá para sustentar ninguém nas costas - filosofia do homem branco.
Gruta para adoração de um só Deus? Que ultrapassado! Por que não adoram em suas próprias tendas? Ou seu Deus não é capaz de estar em vários lugares ao mesmo tempo?
E, na verdade, para que um Deus? Dinheiro resolve todos os problemas. É só lutar que ele vem.

Quando o homem branco "abriu os olhos" do povo Learsi, nunca mais foram os mesmos!!!

Bom, agora vamos às explanações:
LEARSI é ISRAEL ao contrário. Notou que só mudei o nome?
Pastores que são os líderes de suas tribos (igrejas), e que intercedem espiritualmente como os pajés. 
A gruta é como os templos para adoração.
Os tambores são os instrumentos.
Suas leis estão escritas na Palavra, tão esquecida entre o "povo de Deus".
Suas tendas são suas casas.
O homem branco é a filosofia mundana vinda do diabo.
Agora é só o jogo de palavras. A interpretação é a mais simples possível.

Pense nisso!

2 comentários:

  1. Parabéns... gostei muito! A paz!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir